Escola em Busca do Ser

Escola em Busca do Ser

BR 277, Km 114.5, s/n - Campo Largo – PR - Rondinha


Telefone: (41) 3023.6360
E-mail: francoebs@gmail.com - casaderetiros@gmail.com
Site: www.francoebs.com.br

Surgiu há trinta e oito anos. Seu idealizador foi o frei Lívio Panizza, sacerdote, franciscano conventual, psicoterapeuta.

De acordo com as palavras do próprio fundador, o objetivo da obra é “Formar líderes cristãos que saibam assumir com competência e responsabilidade a tarefa de missionários engajados numa Igreja particular …” (carta a Dom Pedro Fedalto, 11/06/1983).

As primeiras tentativas de fundação remontam ao ano de 1976, quando, por iniciativa de frei Lívio, foi realizado em Sorocaba, (SP), o primeiro retiro com o nome de “Comunidade de Evangelização Cristã”. Estava se esboçando aquilo que mais tarde, com o frei, vindo morar de S. André (SP) para Curitiba (PR), devia tomar corpo e receber um impulso decisivo: um trabalho formativo beneficiando as pessoas pertencentes à Vida Religiosa ou mesmo leigas, vivendo seu dia a dia na família e na profissão.

Frei Lívio, aos 09 de Junho de 1977, num retiro com o Pe. Otávio Ritter, em Campo Alegre (SC), teve a intuição que devia dar início a um trabalho sistemático com o nome de “ESCOLA EM BUSCA DO SER”. Reuniu suas idéias num compêndio chamado: “Psicoterapia Religiosa”.

Para uma “profunda e consistente transformação pessoal e social”, idealizou, também, uma seqüência de seis retiros administrados durante seis anos consecutivos. Eram proporcionados aos participantes da Escola em busca do ser, atendimento e acompanhamento a nível individual ou grupal. Este trabalho formativo, ou discipulado cristão, foi organizado, aos poucos, com a publicação de livros escritos pelo Frei Lívio a partir de 1980, que são fornecidos no término de cada retiro.

Em função da intensa procura dos retiros, frei Lívio planejou centralizar as atividades da escola numa casa apropriada para tal finalidade. Por isso, com o consenso do governo da Província O.F.M. Conv., conseguiu comprar, no início de 1983, um terreno em Rondinha, Campo Largo (PR). Dois anos depois, deu início à construção da casa de retiros que recebeu o nome de “CASA DE RETIRO SÃO FRANCISCO DE ASSIS”.

A Escola tornou-se valioso meio de formação humana e cristã para inúmeras pessoas. Frei Livio totalmente dedicado aos retiros e à construção da casa, no entanto, foi atingido por um mal incurável, cuja gravidade se acentuou cada vez mais. Em 1988 fez tratamento com aplicações de radioterapia, que infelizmente não alcançou o efeito desejado.

Internado no hospital Nossa Senhora das Graças em Curitiba, veio a falecer aos 26 de janeiro de 1989, com 56 anos de idade. Após a sua morte, foi colocado à frente desta obra o frei Antonio Cordioli, que  continuou pregando os retiros, atendendo as pessoas que procuravam a “Escola em Busca do Ser” e levando adiante o sonho do fundador: a costrução da Casa de retiro São Francisco de Assis, que abriu suas portas, para o início das atividades, no dia 20 de outubro de 1991, com o Capítulo Provincial dos Frades da Província São Francisco de Assis do Brasil.

Não há dúvidas: frutos de renovação e de conscientização se multiplicaram ao longo destes 38 anos de existência da obra. Nestes anos passaram pela Escola em Busca do Ser aproximadamente 30 mil pessoas.